Foz do Arelho Virtual

Um blog informativo sobre a Foz do Arelho, Lagoa de Óbidos e região Oeste

Moradores incomodados com ruído do Sítio da Várzea

Um grupo de moradores da Foz do Arelho ameaça cortar o acesso ao antigo bar Sítio da Várzea se as autoridades locais não tomarem medidas quanto ao ruído causado pelas festas de verão que ali se têm realizado.

O bar foi “transformado” durante estas férias no “Sítio do Verão” de São Martinho do Porto e está a ser explorado por Duarte Félix da Costa, Bernardo Mexia e André Santos, que no ano passado organizaram estas festas no Solar da Paz.
O programa do “Sítio do Verão” teve início a 10 de Agosto e termina amanhã, dia 27, com a festa “Bye Bye Summer”, que poderá vir a ser palco de um protesto.
“No caso de não ser tomada qualquer iniciativa útil em relação aos problemas aqui expostos, por parte da autarquia, há intenção dos moradores se reunirem em frente ao estabelecimento e boicotarem por completo qualquer actividade que se pretenda aí realizar, através do impedimento dos clientes no acesso ao bar e outras acções necessárias”, refere uma exposição entregue na Câmara das Caldas.
Os moradores queixam-se do facto do estabelecimento comercial ter licença para funcionar até às seis da manhã, “sempre com a música alta”, e de alguns clientes do bar continuarem a fazer barulho mesmo depois disso.

Na carta enviada ao edil caldense falam de “actos vários de vandalismo, assim como à degradação geral dos espaços exteriores, públicos e particulares, nomeadamente através da deposição de resíduos em toda a zona envolvente ao dito bar”.
O empresário Duarte Félix Costa disse à Gazeta das Caldas que não percebia esta tomada de posição porque antes de iniciarem as festas falaram com os vizinhos e na altura ninguém terá levantado problemas.

Terão mesmo fornecido o contacto telefónico e chegaram a receber mensagens a pedir para baixar a música, o que acataram em algumas situações. Asseguram também que sempre que há problemas fora do bar, pedem aos clientes para se comportarem devidamente.
Segundo Duarte Costa, quando alugaram o bar este tinha todas as licenças e também foram aprovadas as licenças especiais para as festas.

Abaixo-assinado com 48 assinaturas

Entretanto foi também entregue na Junta de Freguesia da Foz do Arelho um abaixo-assinado com 48 assinaturas, no qual é referida a perturbação que estas festas têm causado no sossego dos moradores.

Segundo Teresa Rodrigues, uma das queixosas, mesmo quando chamam a GNR ao local, os desacatos continuam porque os efectivos não serão os suficientes para controlar toda a gente. Há casos de jovens avistados a andarem por cima de viaturas e a entrar nos jardins das casas em volta, mas também de “condução rápida e perigosa, buzinadelas, derrapagens e travagens bruscas em plena zona residencial”.
Os moradores salientam que no Mapa de Ruído do Concelho das Caldas da Rainha esta zona está classificada como sendo “sensível” e colocam em causa o isolamento sonoro do estabelecimento.

Por todos estes motivos querem que a Câmara reduza o horário de funcionamento do bar e a correta insonorização do espaço, para além de que “se faça cumprir o regulamento geral de higiene e limpeza, através da intimação dos proprietários do bar Sítio da Várzea, a fim de ser mantido o asseio e limpeza da zona exterior envolvente ao estabelecimento”.

Pedem também um policiamento eficaz da zona, a fim de promover a segurança e protecção de pessoas e bens, especialmente de madrugada quando alegadamente os desacatados costumam acontecer.

O presidente da Câmara das Caldas disse ao nosso jornal que já tinha lido esta carta e referiu que este é um problema antigo. Embora dê razão aos moradores por causa do barulho, lembrou que o bar já existia e que “se calhar não deveríamos era ter dado autorização para construir casas naquele local”. O autarca, contudo, não explicou porque motivo a Câmara passou licenças de ruído especiais para o bar funcionar até às seis da manhã.

Fernando Costa disse ainda que o proprietário do bar assegura que não há ruído em excesso a sair do estabelecimento. Quanto ao barulho na rua, o edil caldense afirma que “é um assunto de polícia” e que se a GNR não tiver efectivos suficientes, devem ser os promotores do evento a pagarem mais policiamento.
De qualquer modo, o presidente da Câmara salientou que já só se vão realizar mais duas festas (hoje e amanhã).

Pedro Antunes (pantunes@gazetacaldas.com) in www.gazetacaldas.com/14443/moradores-incomodados-com-ruido-do-sitio-da-varzea/

Publicado a 2011-08-29

Voltar

Procurar no website



Sugestões

Junta de Freguesia

    Redes Sociais

    Fotografias!

    

    Comente este assunto - Participe!

    Campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório!

    Artigos relacionados: