Foz do Arelho Virtual

Um blog informativo sobre a Foz do Arelho, Lagoa de Óbidos e região Oeste

Viatura desgovernada entra pela praia dentro

Viatura entra pelo areal da Foz do Arelho e destrói barracas

Carro entra ela praia da Foz do Arelho, Imagem DNPortugal

Carro entra ela praia da Foz do Arelho. Imagem DNPortugal

Uma viatura que alegadamente circulava a alta velocidade entrou hoje de manhã na praia da Foz do Arelho destruindo três barracas da concessão, sem causar feridos, disse fonte da capitania do Porto de Peniche.

O acidente ocorreu cerca das 09:00 da manhã quando “uma viatura, com dois jovens, de 19 e 21 anos, supostamente em alta velocidade, entrou pelo areal onde andou 36 metros” disse à Lusa o comandante da Capitania do Porto de Peniche, Patrocínio Tomás.

De acordo com a mesma fonte “embora não tenha havido testemunhas, só a grande velocidade o carro poderia ter-se deslocado tantos metros na areia, onde ficou enterrado”.

O condutor, de 19 anos, foi detido pela GNR depois de as análises revelaram 1,7gr de álcool no sangue.

A viatura foi retirada pelas autoridades ao final da manhã e do acidente não resultaram feridos nem nos ocupantes nem em veraneantes.

Diário Digital / Lusa in: diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=13&id_news=465051

Publicado a 2010-08-18

Voltar

Procurar no website



Sugestões

Junta de Freguesia

    Redes Sociais

    Fotografias!

    

    Um comentário

    1. Focense diz:

      Ás 9 da manhã a praia habitualmente já está cheia. Só pela coincidência de estar uma manhã nublada se evitou uma verdadeira tragédia.

      Isto merece uma acção exemplar. É inadmissível que já nem na praia se esteja a salvo da barbarie e da impunidade e irresponsabilidade com que alguns jovens encaram os princípios básicos da vida em sociedade, sem o menor respeito pelos seus concidadãos.

      Este caso poderia ter terminado numa dupla tragédia. Se alguma criança tivesse sido atropelada, e constatando-se o estado do condutor, duvido que se conseguisse evitar o linchamento do mesmo, antes que as autoridades (manifestamente insuficientes) chegassem à ocorrência.

      E então? Quem é que poderia censurar um pai em desespero ao ver o seu filho esmagado, em plena praia, por um condutor alcoolizado e completamente irresponsável? – A esse pai eu não atiraria a primeira pedra…

    Comente este assunto - Participe!

    Campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório!

    Artigos relacionados: